FATOS & NOTÍCIAS

CINQUENTENÁRIO DA APAE DE UBÁ

É CELEBRADO EM SOLENIDADE

PELA CÂMARA MUNICIPAL

A Câmara Municipal de Ubá realizou em 25 de março de 2022 a Solenidade Comemorativa do Cinquentenário de fundação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE/Ubá).

A sessão ocorreu em acatamento à Lei Municipal nº 4.967, de 17 de março de 2022, proveniente do Projeto de Lei de autoria do presidente da Câmara, vereador José Roberto Reis Filgueiras, aprovado pelo plenário, que versa sobre a criação de homenagem à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Ubá, APAE/Ubá, no ano de 2022.

Compuseram a mesa o presidente do Legislativo Ubaense, vereador José Roberto Reis Filgueiras; o segundo vice-presidente, vereador Gilson Fazolla Filgueiras; a secretária da mesa diretora, vereadora Aline Moreira Silva Melo; o vereador Célio Lopes dos Santos; o prefeito Municipal de Ubá, Edson Teixeira Filho; o deputado Federal e superintendente voluntário da Federação das Apaes de Minas Gerais, Eduardo Luiz Barros Barbosa; o 1º Tenente PM Felipe de Oliveira Alves Pereira, representando o 21º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais;  o sargento BM Wagner Soares Silveira Braz, representando a 2ª Companhia de Bombeiros Militar de Minas Gerais; o presidente da 30ª Subseção de Ubá da OAB-MG, dr. Miguel Poggiali Gasparoni, também representando, como vice-presidente, a Academia Ubaense de Letras; a presidente da Apae de Ubá, Rosane Soldati da Cruz; os autodefensores e membros da diretoria da Apae de Ubá, Juliana Oliveira Ribeiro e Jeferson Bruno Lima de Mendonça.

Cinco funcionárias, seis ex-presidentes e um membro da diretoria foram agraciados com a placa comemorativa dos 50 anos da APAE-UBÁ. São eles:

Funcionárias da Apae de Ubá:

Adriana Silva, Celina Ayupe de Souza Mendonça, Luiza Maria Alves Demolinari Lopes, Olga Silva Casal e Rita de Cássia Barbosa de Oliveira.

Ex-presidentes da Apae de Ubá:

José Champanhat Lopes Vieira, presidente da Apae de 1972 a 1980, representado por Maria de Fátima de Andrade Valente, vice-presidente da Apae de Ubá; Fernando da Mota, presidente da Apae de 1980 a 15 de agosto de 2004, representado por seu neto, Mateus Pereira Mota; Norton Antônio Fagundes Reis, presidente da Apae de 16 de agosto de 2004 a 29 de fevereiro de 2008, representado por seu sobrinho, Dimas Antônio Gonçalves Fagundes Reis; Regina Coeli Alves Gravina, presidente da Apae de 2008 a 2010; Sandro Cataldo da Mota, presidente da Apae de 2011 a 2016; Francisco Eustáquio Arthidoro da Costa, que presidiu a instituição de 2017 a 2019; e Antônio Luciano da Costa, membro da Diretoria da Apae de Ubá de 1986 a 2019, representado por seu filho Antônio Luciano da Costa Júnior.

No corredor da Câmara foram expostos produtos artesanais, feitos pelas mães voluntárias do Clube de Mães da APAE. O Clube de mães é um espaço de acolhimento, socialização e valorização da família da pessoa com deficiência. Grande parte da matéria prima utilizada (tecidos e aviamentos), são resíduos e aparas doados pelas indústrias e confecções do município, e os produtos confeccionados são comercializados na “Lojinha da APAE”, que fica situada em um ponto comercial anexo à portaria principal da entidade.

A Apae de Ubá também homenageou por meio de sua vice-presidente, Maria de Fátima de Andrade Valente, o saudoso jornalista ubaense, Levindo Barros, com a placa comemorativa entregue a seus familiares. O histórico da instituição foi preparado por Levindo Barros nos 40 anos da Apae e recebeu algumas atualizações, passados 10 anos.

A solenidade contou ainda com a apresentação da música “Nunca deixe de sonhar”, cantada pela funcionária da Apae, Gilceléia Lopes Médice Reis, e seu irmão, aluno da entidade, Eduardo Antônio Médice.

As bandeiras expostas durante a execução dos hinos foram confeccionadas manualmente pelo aluno da Apae, Gustavo Soldatti Lima.

Dimas Antônio Gonçalves Fagundes Reis se pronunciou em nome dos homenageados. Também discursaram no evento o superintendente voluntário da Federação das Apaes de Minas Gerais, deputado federal Eduardo Luiz Barros Barbosa, a presidente da Apae de Ubá, Rosane Soldati da Cruz, e o prefeito municipal de Ubá, Edson Teixeira Filho.

Encerrando a solenidade, o presidente da Câmara Municipal de Ubá, vereador José Roberto Reis Filgueiras, destacou a luta do movimento Apaeano em defesa dos direitos das pessoas com deficiência:

“Eu nem havia nascido e a APAE já carregava a sua bandeira por todo o país. As primeiras APAEs surgiram na década de 50 e o Brasil era muito diferente. Naquela época a participação das pessoas com deficiência na sociedade era um tabu. O preconceito e a falta de oportunidades tornavam o acesso destas pessoas a assistência médica, a cultura e a educação quase que inexistentes.  Mesmo assim, em um cenário tão difícil, havia quem se importasse. Foi por meio do amor e da luta incansável de muitas famílias que as APAES nasceram.

Se hoje vemos no Brasil pessoas com deficiência trabalhando, competindo no esporte, aparecendo em programas de televisão, isso acontece porque a sociedade mudou e a APAE teve um papel fundamental nesse processo.

Como qualquer instituição, a APAE também é fruto de seus colaboradores. Eles são a alma e o coração pulsante, motivo pelo qual eu gostaria de parabenizar, em especial, os colaboradores e voluntariados da instituição. Essas pessoas destacam-se por meio de um trabalho silencioso, mas preponderante para o sucesso da Associação.

Se vocês repararem bem, o símbolo da APAE é uma flor protegida por duas mãos. Isto significa que ao mesmo tempo em que uma flor requer cuidados, ela também traz beleza e ilumina a vida. As mãos ali desenhadas são de todos aqueles que ajudam a APAE a seguir fazendo a diferença na vida de tantos e tantas.

 A trajetória da APAE de Ubá nestes recém completados 50 anos também reflete a determinação de seus colaboradores, voluntários e apoiadores para que os serviços prestados continuem beneficiando centenas de atendidos.

Ao longo destes 50 anos em Ubá, diversas pessoas contribuíram para que a APAE se tornasse referência em suas Ações e Projetos. Gostaria de citar brevemente o nome de algumas e deixar aqui toda a minha gratidão. São elas:  José Champanhat Lopes Vieira, Fernando da Mota, Norton Antônio Fagundes Reis, Regina Coeli Alves Gravina, Sandro Cataldo da Mota, Francisco Eustáquio Arthidoro da Costa e atualmente Rosane Soldati da Cruz.

 Para encerrar, quero parabenizar a família APAEANA de Ubá na pessoa de seus diretores, funcionários, técnicos, familiares e os funcionários homenageados nesta noite. A vocês os meus mais sinceros parabéns não só por ajudarem a APAE/Ubá nestes recém completados 50 anos, mas também por acreditarem que todos nós podemos fazer muito pelo próximo”. Foto: Gerson Pinheiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.